Como Keirrison ensinou seu corpo a se curar sozinho – Dr. Alan Borges

Blog Single

05 nov

Como Keirrison ensinou seu corpo a se curar sozinho

Vladimir Bianchini, do ESPN.com.br

Publicado em 30/08/2016, 07:00

Atualizado em 30/08/2016, 07:00

 

ARQUIVO PESSOAL

Keirrison é tratado pelo osteopata Alan Borges D.O MRO Br, desde abril deste ano

 

O grande fantasma da carreira de Keirrison foram as graves lesões. As cirurgias no joelho o deixaram fora dos gramados por muito tempo. Em 2016, o atacante revelado no Coritiba deixou os problemas físicos para trás, já fez 20 jogos e marcou sete gols pelo Londrina, que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro.

Essa mudança passa pelo trabalho de um profissional que cuida da saúde do atleta. Trata-se do osteopata Alan Borges, que foi procurado pelo atacante depois de uma indicação do fisioterapeuta do clube paranaense.

“A participação dele é fundamental. A minha melhora é incrível e sou muito grato por isso. Ele me ajudou na minha performance e na minha postura corporal”, disse Keirrison, ao ESPN.com.br.

A osteopatia é uma técnica de medicina alternativa criada pelo norte-americano Andrew Taylor Still no século 19. Ela defende que o corpo do paciente se cura por meio da correção de desequilíbrios.

 

ARQUIVO PESSOAL

Keirrison não se lesionou neste ano.

 

“Ela enxerga o paciente como um todo e não dividimos em especialidades para cada uma das regiões. Muitas vezes, uma queixa de coluna, por exemplo, não vem daquela parte. Ela é um sintoma de um problema em outro local”, contou Borges, fisioterapeuta formado e que depois fez cinco anos de formação em osteopatia.

“Fazemos uma série de análises e testes específicos para ver de onde vem o problema. Nós enxergamos que os fatores ambientais interferem no aparecimento de uma doença. Desde um calçado ou algum hábito. Nós temos que investigar tudo, não enfatizamos a doença.”

No caso de Keirrison, que procurou o profissional em abril deste ano, os maiores problemas eram as constantes dores e a dificuldade de manter o alto rendimento.

“Mesmo ele fazendo todos os testes, que estavam normais, depois dos 30 minutos de jogo ele sentia um cansaço grande. Tinha problemas nos sistemas da coluna, quadril, visceral e uma perna mais curta que a outra, sendo que do lado da perna curta já havia sofrido várias cirurgias no joelho”, disse Alan.

“Para nós, essa diferença interfere porque causa uma sobrecarga nos músculos e nas articulações e aumenta o número de lesões.”

O jogador começou com sessões de 45 minutos a cada semana. Além disso, ele usa uma palmilha no calçado para tirar a diferença de comprimento nas pernas. Considerada o remédio do corpo, a alimentação foi modificada porque o atacante apresentava intolerância a alguns alimentos, de acordo com Borges.

 

 

GAZETA PRESS

Keirrison tem 20 jogos e 7 gols no ano.

 

“Hoje me sinto bem. Vejo que o meu corpo adquiriu uma melhora em todos os aspectos, e acima de tudo isso, Deus, que colocou essas pessoas no meu caminho”, admitiu Keirrison.

Hoje, os atendimentos acontecem de acordo com a necessidade do jogador. “Como ele conhece melhor o próprio corpo, ele vem aqui”, disse o osteopata.

“Em uma das últimas partidas, o Keirisson tomou uma pancada por trás. Ele fez uma rotação e sentiu um desequilíbrio na coluna. Ele sentiu na hora. No outro dia, estava no meu consultório para se tratar e não ficar fora dos campos”, relatou.

Keirrison comemora a oportunidade no time paranaense e a chance de tentar reconstruir sua carreira. Ele deverá ser titular no confronto contra o Náutico, na Arena Pernambuco, nesta terça-feira, às 20h30.

“Eu me sinto em paz e alegre em meu espírito. Estou muito feliz aqui. Me encontro no meu melhor momento e vivo muito o hoje. Londrina abriu as portas e estou muito feliz de fazer parte dessa história”, declarou.

Posts Relativos

Leave A Comment